Compensação Pelo Signo Do Zodíaco
Substabilidade C Celebridades

Descubra A Compatibilidade Por Signo Do Zodíaco

Artigo

Suspicious Minds: The Bizarre, 40 anos de história dos avistamentos de Elvis Presley

limite superior da tabela de classificação '>

Em 16 de agosto de 1977, algo importante aconteceu em Memphis, Tennessee. Foi a morte de Elvis Presley aos 42 anos, como mais de 80% dos americanos acreditam, ou o início do ato de desaparecimento mais espetacular da história da humanidade.

As teorias de 'Elvis está vivo' são tão variadas quanto abundantes, e têm circulado desde logo após sua morte. Ele deixou o reino dos artistas populares e se juntou às fileiras do Pé Grande, o Monstro do Lago Ness e, para alguns, Jesus. O que se segue é uma breve história de por que algumas pessoas se recusam a deixar este ícone americano descansar em paz.

como eles tingem o rio chicago de verde

A PRIMEIRA VISTA

Na tarde de 16 de agosto de 1977, um homem com uma notável semelhança com Elvis teria comprado uma passagem só de ida do Aeroporto Internacional de Memphis para Buenos Aires. Ele supostamente deu o nome de Jon Burrows, um pseudônimo que Elvis usava quando fazia o check-in em hotéis. Patrick Lacy, autor do livroElvis decodificado, afirma ter desmascarado essa história popular e totalmente infundada entrevistando funcionários do aeroporto e determinando que voos internacionais não estavam disponíveis em Memphis em 1977. Há também a questão de por que o homem mais famoso do planeta correria o risco de ir a um lugar público em sua cidade natal, a fim de reservar passagens aéreas com o objetivo de fingir sua própria morte. Talvez Elvis tenha imaginado que suas habilidades de atuação o ajudariam a evitar suspeitas.


justvps

O FUNERAL

Grande parte da intriga “Elvis está vivo” gira em torno de 18 de agosto de 1977, o dia do funeral de Presley. Imagens da cerimônia mostram carregadores lutando para erguer um caixão de cobre de 400 libras. O rei tinha engordado alguns quilos em seus últimos anos, mas de jeito nenhum ele estava empurrando uma meia tonelada. Uma explicação: o caixão foi equipado com um sistema de resfriamento - o tipo que você usaria para impedir que um boneco de cera de uma celebridade amada derretesse em um dia quente de verão. Parece loucura? O primo de Presley, Gene Smith, achou o corpo um pouco estranho. “Seu nariz parecia meio puggy, e sua costeleta direita estava esticada - parecia ter cerca de uma polegada”, disse Smith no especial de 1991Os Arquivos Elvis. 'E a linha do cabelo parecia uma peruca ou algo colado.' Smith também estava preocupado com a suavidade das mãos tipicamente calejadas de Presley e o suor em sua testa.

Os fãs atentos ficaram ainda mais assustados quando viram a lápide do rei. A inscrição diz 'Elvis Aaron Presley', embora ele tenha recebido o nome do meio 'Aron', possivelmente em memória de seu irmão gêmeo natimorto, Jesse Garon. A teoria aqui é que Elvis usou a grafia incorreta para sinalizar aos fãs que ele ainda estava vivo. Outro primo de Elvis, Billy Smith, afirmou que o cantor simplesmente preferia a grafia mais comum duplo A, já que os documentos legais com a assinatura de Presley atestam.

A PRÓPRIA MORTE

Tradicionalmente, você não pode ter um funeral sem uma morte, e o que matou o Rei é outra grande fonte de controvérsia. A causa oficial da morte do médico legista foi 'doença cardíaca hipertensiva associada a doença cardíaca aterosclerótica'. Elvis pesou pelo menos 250 libras em seus últimos dias, e um funcionário do Baptist Memorial Hospital dissePedra rolando, ele tinha 'as artérias de um homem de 80 anos'. Portanto, um ataque cardíaco fulminante não é exatamente rebuscado. Mas os toxicologistas encontraram mais de 10 drogas no sistema de Presley, alimentando especulações de que a 'polifarmácia' desempenhou um papel em sua morte.

A confusão geral em torno dessas e de outras explicações de causa-de-morte do jargão sem dúvida ajudou a fomentar teorias da conspiração. Assim como questões relativas à papelada oficial. A certidão de óbito de Elvis permanecerá em sigilo até 2027, 50 anos após sua morte. Embora isso possa parecer mais uma prova de um encobrimento, na verdade é uma questão da lei do Tennessee. Quanto ao relatório da autópsia de Presley: é um documento familiar privado que provavelmente nunca verá a luz do dia.

FOTO DA CASA DA PISCINA

O segundo grande avistamento de Elvis veio na forma de uma foto tirada em 31 de dezembro de 1977. Ao visitar Graceland com sua família, um homem chamado Mike Joseph tirou algumas fotos aleatórias da casa da piscina de Presley. Alguns anos depois, enquanto os estudava com uma lente de aumento, Joseph avistou uma figura sombria parecida com Elvis sentada na porta. Os especialistas da Kodak verificaram que nada havia sido alterado, pelo que parecealguémestava olhando pela janela. Em uma entrevista com Larry King, o bom amigo de Elvis, Joe Esposito, sugeriu que era outro associado de Presley, Al Strada, na foto. Essa explicação foi boa o suficiente para Joseph, mas nem todos estão satisfeitos.

Um caso semelhante de identidade equivocada gerou certa empolgação alguns anos depois, quando o agente esportivo Larry Kolb foi capturado com uma aparência estranhamente semelhante a Elvis ao lado de seu cliente (e amigo de Elvis) Muhammad Ali e Jesse Jackson em uma foto de jornal de 1984. Kolb apresentou uma versão original em cores da imagem, provando que era ele - não Elvis - na foto, mas isso dificilmente encerrou o assunto. Questionado em uma entrevista para identificar o homem no fundo, Ali teria dito: “Esse é meu amigo Elvis”.

O REI DE KALAMAZOO

No final dos anos 80, o epicentro do universo “Elvis vive” mudou para Kalamazoo, Michigan, uma cidade que Elvis tocou quatro meses antes de sua morte. Em 1988, uma mulher chamada Louise Welling, da vizinha Vicksburg, afirmou ter visto Presley na fila do supermercado Felpausch local. Ele estava usando um macacão branco, naturalmente, e comprando um fusível elétrico. A filha de Welling mais tarde o viu comendo Whoppers no Burger King. 'O que dá a esta conta uma credibilidade assustadora ”, disse o especialista David Adler aoLos Angeles Timesem uma entrevista promovendo seu livro de receitas com o tema Presley, “é que o Burger King era de longe a rede de fast food favorita de Elvis”.

DE VOLTA À TELA GRANDE?

O alvoroço de Kalamazoo gerou uma onda de avistamentos de Elvis no final dos anos 80, muitos dos quais envolviam o Rei fazendo coisas pouco régias, como bombear gasolina ou comprar comida lixo. Isso era consistente com a noção de que ele fingiu sua própria morte para escapar dos olhos do público (ou da máfia, como sustenta uma teoria) e retornar às suas raízes humildes. Mas Elvis adorava filmes - ele estrelou em 31 - e o Natal, então quase faz sentido que ele corresse o risco de estragar sua capa ao aparecer na comédia de férias de 1990Sozinho em casa.

letras que não faziam o alfabeto

Os que acreditam nesta teoria bizarra afirmam que um Presley de 55 anos apareceu no fundo da cena em que a personagem de Catherine O’Hara está presa no aeroporto de Scranton enquanto tentava voltar para a casa de seu filho. Há um cara barbudo atrás dela que se parece um pouco com Elvis emCharro!(1969) e inclina a cabeça de uma maneira que os teóricos da conspiração juram ser idêntica aos maneirismos de Presley no palco. Curiosamente, o diretor Chris Columbus entrouSozinho em casatendo acabado de fazerHeartbreak Hotel, um fracasso de 1988 sobre algumas crianças que tentam sequestrar Elvis. Colombo eSozinho em casaa estrela Macaulay Culkin riu sobre a teoria no comentário do DVD, mas a identidade do extra permanece desconhecida. Mesmo se o verdadeiro homem barbudonós estamospara avançar, provavelmente não mataria a história.

Zelador PRESLEY

No verão de 2016, o vídeo de um zelador de Graceland que se dizia ser Elvis sacudiu a internet. No clipe, um cara de cabelos grisalhos com um boné de beisebol e uma camiseta da Elvis Week mexe com um arame e levanta dois dedos - aparentemente algum tipo de pista numerológica - enquanto passa pela câmera.

O vídeo foi visto mais de 2 milhões de vezes no YouTube - muito mais do que aquele em que um fã inteligente de Elvis desmascara a coisa toda conversando com o verdadeiro funcionário de Graceland, um cavalheiro afável chamado Bill Barmer. “Na verdade, não tenho 81”, diz Barmer, que então se compara a umPokémon Gopersonagem.

O FUTURO

As teorias do “Elvis está vivo” não podem durar para sempre. O homem agora deve estar na casa dos 80 anos, e a pessoa mais velha registrada viveu apenas 122. Isso significa que temos talvez mais 40 anos de histórias sobre o rei relaxando na Argentina ou tomando café no Tim Hortons ou fazendo o que quer que você faça como um homem idoso que está escondido desde a administração Carter. A menos que Elvis seja imortal.

Arquivo Hulton / Imagens Getty

Em uma entrevista que acompanhaThe Beatles AnthologyDVD, George Harrison compara um breve encontro de 1972 com Elvis no Madison Square Garden a “um encontro com Vishnu ou Krishna ou algo assim”. Seu cabelo era preto, sua pele era bronzeada e sua aura deixava o Beatle com a sensação de “um zé-ninguém arrogante”. Harrison pode ter insinuado algo que Mojo Nixon e Skid Roper disseram com bastante habilidade em seu single de 1987 “Elvis Is Everywhere”. Vivo ou morto, Presley é uma divindade da cultura pop que nunca pararemos de adorar.